Por que fazemos o que fazemos?

 
Esta imagem me define!!! 😆😆😆😆😆😆😆😆😆😆😆
Quando fazemos qualquer coisa diferente, exigimos a presença do consciente. 
Tudo que requer uma atenção É SAIR DO GOSTOSINHO!!! 
Dá preguiça? MUITA! Porque se subconsciente é quem te domina (isso precisa mudar) e ele não quer nada novo! 
A inteligência do nosso corpo, aquela inteligência que sabe o que fazer quando se corta o braço, ou quando rala o joelho, quando aumentar ou diminuir os batimentos cardíacos, quais músculos usar quando, quais hormônios jorrar no sangue e em que momento, essa inteligência É UMA INTELIGÊNCIA PROGRAMADA!!! 
Como um algoritmo!!!! Sim!!!! É uma “máquina”. 
Estou falando só do nosso corpo de carne e osso. 
Esse corpo que nós achamos que somos nós de verdade! 
Esse corpo só quer saber de se defender porque essa é a programação genética padrão de um corpo onde jorra sangue pelas veias. 
Essa programação “inteligente” é o nosso piloto automático. 
E com inteligente eu quero dizer que é um algoritmo muito bem elaborado e extremamente complexo! 
Não há humano que possa reproduzir um corpo humano funcional com partes originais. 
Então o que faz a gente pensar? 
Na maioria dos casos é a nossa mente analítica que categoriza o lá fora baseado em regras impostas pela sociedade e culturas que estão programadas no nosso subconsciente. 
A maioria de nós vive baseando o mundo lá fora nas memórias das experiências passadas. 
E para o subconsciente NÃO FAZ DIFERENÇA entre o que realmente acontece lá fora e a história que VOCÊ cria na TUA mente!!!! 
Pra ele tudo é real!!!! 
Então, se por exemplo, você tem medo de cobras, como a maioria, e é um medo justificado. 
Mas o medo só precisa ser ativado quando você se depara com uma cobra na vida material, aqui nessa dimensão, esse medo pode salvar tua vida! 
Concorda até aqui? 
Mas e se o Prof. Jonas faz uma meditação guiada e na meditação você precisa se deparar com uma serpente, POR QUE QUE TEM QUE FICAR COM MEDO???????
Que infantilidade é essa? 
Já sonhar com serpentes é muito mais forte porque naquele momento o subconsciente não tem a colaboração do corpo que está dormindo e se desespera e te acorda todo suado com o coração saindo pela boca. 
Mas não estou falando de sonhos. 
Quando nós trazemos as coisas que nós amedrontam, nós ameaça, nós faz ter chiliques durante uma meditação, você está se deparando com aquilo que te bloqueia numa outra dimensão que não produz nenhum mal físico pro seu corpo. 
Olhar uma serpente na cara dentro da sua mente, é entender que o que está na minha mente é real só pra mim. Não lá fora. 
Quando se olha o que te dá medo, o que você está evitando, o que você está procrastinando, NA SUA MENTE, você começa a ver a sua parte naquele conflito, problema, ou situação. 
Quando você vê qual foi a tua parte, vai vir um sentimento de vergonha porque você sabe que VOCÊ É A PARTE PRINCIPAL DO QUE VOCÊ MESMO RECLAMA. 
AQUI ESTÁ AQUELE MOMENTO QUE DIVIDE ÁGUAS!!! 
Assim que você entendeu que o que te dá medo tá só na tua cabeça, você começa a ver oportunidades de não ver a serpente como um inimigo que vai te matar. E sim um amigo que quer mostrar que não faz sentido ficar com medo de algo que não está me atacando aqui e agora. Não existe na manifestação. Só no pensamento. 
E assim você consegue participar da meditação mais presente, mais curioso e sai mais evoluído. 
No mundo atual o medo está reinando e mais e mais gente está caindo nas ciladas do lá fora. 
A MAIORIA É VÍTIMA “JUSTIFICADA”!
A MAIORIA QUER ESTAR CERTO BASEANDO SE EM INFORMAÇÕES MANIPULADAS!!! 
A MAIORIA ESTÁ SE DESFAZENDO DE LAÇOS FRATERNOS POR CONTA DE CRENÇAS DIFERENTES!!!!
A insistência em forçar os outros em concordar com a tua opinião.
A raiva e a indignação que jorra nas tuas veias quando o outro não faz o que você aconselhou. 
Quando todos aqueles, de quem a opinião sobre você é mais importante do que quem você é, te contrariarem, ou rejeitarem sua opinião, pra onde tu vai? 
Destino: VÍTIMA!!!!!
Isso é o que o subconsciente faz. 
Ele nos separa. 
Esse nosso corpo foi feito pra se sentir separado. 
Nosso corpo nos põe numa ilusão de separação um do outro. 
“Tudo que vem lá de fora, vem pra me atacar.”
O seu sistema imunológico ataca pra matar tudo aquilo que não é conhecido. 
Tudo que é desconhecido é inimigo. 
E da mesma forma a mente analítica pensa. 
Separação é ilusão. 
ISSO NÃO É FILOSOFIA! 
É a minha absoluta experiência visceral nessa dimensão que me fez entender isso. 
Aquela ideia de que eu não sou meu corpo, eu repeti tantas vezes, acreditando fielmente que isso é a verdade mais absoluta, que começa literalmente virar segunda natureza. 
A partir de agora, se você leu até aqui, 
SER VÍTIMA É UMA OPÇÃO. 
Eu sei que esse texto é mais repetição do que eu postei, mas muitos de vocês ainda estão colados no papel de vítima. 
Só estou querendo acordar vocês e vou ficar postando e acordando vocês um por um, e não importa de quantas vezes eu preciso dizer o mesmo, mas por uma rota diferente. 
Usando palavras diferentes, aqui e agora. 
Simplesmente, porque eu acho muitíssimo debilitante e até desumano, quando a gente quer ser acolhido e não é devido às “justificadas” condições, e nós sem questionar assumimos o papel de vítima. 
Eu não desejo isso pra ninguém. 
A necessidade de acolhimento traz mais falta de acolhimento. 
Se você parar de reclamar, tu não vai botar fé de quanto tempo sobra pra você cuidar da tua vida SÓ!!! 
A falta de acolhimento vai desaparecer e a necessidade também. 
Antes de dizer e concluir qualquer coisa, tem como você avaliar quem está dizendo ou concluindo? ....... Se é realmente você, ou a tua vítima falando por você? 
Faz esse favorzinho pra mim? 
Namaste, 
ૐ 
Shakti Karahe
✆ WhatsApp: +1(971)251.4456
@ Email: shakti@vedanta.life
📅 Consulta:  www.astroshakti.as.me
🖥 Blog: www.astroshakti.com
ⓕ Facebook:  https://www.facebook.com/ShaktiAstroShakti
 

Cont.... Previsões de Setembro 2020

 Nesse momento, estamos vivenciando os últimos passos de Rahu e Ketu em Gêmeos ♊︎ e Sagitário ♐︎. 

Em 22 de Setembro, Rahu vai entrar em Touro ♉︎ e Ketu em Escorpião ♏︎


Lá, eles ficam até o dia 12 de Abril de 2022. 


Os Nodos levam 18 anos para concluir 1 ciclo em torno do Zodíaco. Portanto a última vez que eles estiveram em Touro ♉︎ e Escorpião ♏︎, respectivamente, foi em 2002. 


Nesse ano, o Brasil escolheu um presidente que representou a classe baixa. A classe dos trabalhadores. 


E por trás das cortinas, criou o mensalão e o resto é história. 


“Por trás das cortinas” é exatamente a palavra chave de Escorpião ♏︎


Escorpião ♏︎, quando na sua forma mais egoista, não mede escrúpulos para conseguir o que quer. 


Ketu não é um planeta que tem dó, que deixa as coisas passarem sem consequência nenhuma. 


Escorpião ♏︎ rege o esgoto, rege pântanos que “guardam” os répteis e anfíbios (também regidos por Escorpião ♏︎), buracos, serpentes, e rege tudo que se esconde e está escondido. 


Este Signo também rege tudo que está no processo de eliminação. 


Escorpião ♏︎ rege o ânus. 


Escorpião ♏︎ rege o caos. 


Já Ketu , rege tudo o que é pra ser eliminado. 


Tudo que é coisa que não tem mais uma frequência evolutiva, Ketu vem e arranca o negócio de uma vez só. 


Mas Escorpião ♏︎ é um Signo que é masoquista. Gosta de sofrer para ter justificativa para matar. 


O efeito da mistura dessas 2 energias pode ser descrita assim:


Se Maomé não vai até o cocô, o cocô vem pra Maomé. 


Nos próximos 18 meses, enquanto Ketu estiver em Escorpião ♏︎, nós veremos muito cocô brotando por aí. 


Muita coisa escondida que pipocará nas superfícies da sociedade e o negócio vai cheirar tão fedorento que o mensalão vai ser lembrado como uma mera fichinha. 


Eu estou sem entender como um povo joga na presidência um cara que nem histórico efetivo tem. 


Eu nem consegui achar o que é que esse cara fez pra receber um mérito como um líder de um país continental. 


Será que a Lei Áurea nunca existiu? Foi só um “pedaço de papel”? 


Porque daqui se vê um povo escravizado por uma programação genética mesmo. 


Quando Ketu entrar em Escorpião ♏︎, muita, mas muita gente será afetada! 


Quem Professora?


Todos aqueles que usam a injustiça, aqueles que estão se sentido seguros numa terra sem punição, todos os segredos, todas as façanhas que estão escondidas, virão a tona. 


Qualquer problema de constipação será aliviado! 


Mas vai ter que aguentar o fedô!!! 


Enquanto que Rahu em Touro ♉︎, mais especificamente, em Mrigashira, está em busca de conforto e prazeres, vai deixar o povo mais desnorteado que cego em tiroteio na feira da quarta-feira. 


Os prazeres e confortos conquistados às custas dos outros será tão temporário que até o final deste trânsito veremos que tudo não se passa de maquiagem. 


A realidade é outra e quem sabe, até fevereiro de 2022, quando Rahu entrar em Aries ♈︎, o povo, num nível coletivo, terá uma sensibilidade maior com o próprio coletivo e só assim, que começaremos a sair do vale da sombra da morte. 


Mas não dá pra curar um corpo sem que cada célula esteja saudável. 


Não tem como ter um corpo sadio sem que a MAIORIA das células estejam saudáveis. 


Por isso escuta que eu estou falando já a 3 anos! 


Esse é o momento perfeito para se desapegar do passado e entrar no desconhecido. 


Rahu e Ketu adoram o desconhecido porque é só lá que eles podem “escolher” o que manifestar. 


É quando você sente completamente pendurado sem teto e sem chão. 


É quando não se sabe o que fazer e pra onde seguir. 


É quando o sofrimento de anos, de décadas, ou mesmo de alguns dias ou meses, já não fazem mais sentido. 


É quando se descobre que ficar fazendo o papel de vítima é tão doloroso e ineficaz que já não tem mais gosto de representá-lo. 


É nesse espaço de tempo vazio, vácuo, VOID, que precisamos permanecer por um tempo. 


Lá, não se consegue estar triste ou zangado ou preocupado ou ansioso ou qualquer outra emoção repetida do passado. 


Estas emoções são tão densas e pesadas que mantém a nossa realidade a mesma sem chances de mudar. 


É com uma curiosidade absoluta sem expectativas que é preciso para chegar até esse vácuo. 


Mas pra que que eu vou querer entrar num vácuo, Professora? 


Porque é nesse vácuo que estão TODAS as possibilidades que você pode escolher para manifestar na tua realidade. 


É um processo onde você precisa se desapegar daquela identidade que você pensa que é, REPETIDAMENTE, para “enxergar” as tuas possibilidades! 


Isso requer um estudo mais profundo da fórmula. 


Aquela fórmula que mencionei no post passado. 


Anyways..... infelizmente, não trago notícias boas em um nível coletivo. 


Mas para o nível individual, é um dos melhores períodos para evoluir em velocidade turbo. 


Meus amados Yogis e Yoginis......


Sofrer realmente é uma escolha. 


Sofrer e reclamar é uma forma mesquinha de validação do ego. 


Um ego não treinado para te apoiar (na sua programação complexa). Ele foi feito pra defender seu corpo dos tigres e leões e das flechas lançadas por tribos inimigas. 


Fazer a vontade de um ego não treinado só leva a mais decadência. Involui. 


Nós, seres humanos, fomos privilegiados com um um pedaço do cérebro único da nossa espécie. O Córtex Frontal. 


É lá que está a mente analítica que através de complexas sinapses, evolui, quando consciente. 


Enquanto que o subconsciente é o piloto automático e não evolui em nada. Faz SEMPRE o que foi programado pra fazer. Aquilo que já sabe fazer porque foi assim que sempre fez. 


Para que validar um Ego que não faz nada com uma inteligência evolutiva? 


O nosso subconsciente (Ego) é como um animal. Tem a inteligência de uma criança de 4 anos dando um show no supermercado porque quer aquele chocolate. 


Como qualquer animal de estimação, ou uma criança de 4 anos, precisamos ter MUITA paciência e um AMOR INCONDICIONAL conosco mesmo. 


A evolução nunca estará em fazer a vontade de um Ego destreinado. 


Pare de sofrer. Olhe a dor de frente. Pergunte a si mesmo porque que algo que aconteceu há 3 anos, 4 meses e 2 dias atrás ainda te paralisa como se tivesse ocorrido agora? 


Cada vez que você lembra de um trauma, de uma pessoa, de uma situação que te trouxe dor, ou qualquer emoção negativa, você reafirma aquela realidade brutal. 


Cada vez que você reclama de um problema e vive no mesmo resultado faz décadas, mais forte você faz essa realidade se manifestar. 


Eu gostaria de convidar você para experimentar um conceito que já venho praticando faz alguns meses e está desbloqueando MUITA coisa na minha vida. 


Se chama: Responsabilidade Radical. 


O pré-requisito deste experimento é a Auto-Compaixão Radical. 


Neste contexto, Radical significa, sem pensar. Sem analisar, sem questionar se vale a pena se amar e se responsabilizar pelos seus atos e reações. 


É se deparar com o problema e não culpar ninguém, muito menos se sentir atacado, a vítima! 


É estar tão desapegado com o problema ou trauma que agora são oportunidades e não aquela bola de ferro acorrentada na tua perna. 


A partir de agora, ser vítima deve ser vergonhoso. 


Não agradecer pelo que tem porque está com a atenção totalmente focada na “coitadez” da vítima, DEVE SER VERGONHOSO!!!


E ninguém precisa ficar sabendo disso! 


Esse é um trabalho interno e só teu! 


Por favor, sinta vergonha! Não é feio! 


É onde a evolução começa! 


Durante esse mês, eu quero falar mais profundamente sobre os trânsitos longos. Porque estes que trazem mais mudanças. 


Aguardem que vem mais textão. 


Eu tenho a expectativa consciente que estes textos ajudem você. 


Quando eu escrevo, eu imagino como se eu estivesse dando plena atenção a cada um de vocês que leem meus textos, individualmente. Cara a cara contigo. 


Eu gostaria de saber se eu consegui te alcançar durante estes anos. Consegui? 


 

Shakti Karahe, PhD.

WhatsApp: +1(971)251.4456

@ Email: shakti@vedanta.life

📅 Consulta:  www.astroshakti.as.me

🖥 Blog: www.astroshakti.com

Facebook:  https://www.facebook.com/ShaktiAstroShakti 


 


Como vocês podem ver, tem muita coisa se mexendo em Setembro.

Geralmente, alguns desses trânsitos acontecem periodicamente e não mostram grandes manifestações, porém devido aos trânsitos mais longos acontecendo ao mesmo tempo, é impossível não sentirmos o chacoalho do Universo neste Setembro.

O mês de Setembro começa com a Lua ☽ Cheia em Aquário ♒︎. E isto põe um tom Aquariano neste mês que pode manifestar da seguinte maneira:

adultérios,

aniquila o ego pessoal, 

apegos destruídos, 

barreiras devem ser quebradas, 

causa considerável sofrimento, 

confortos sacrificados,

busca pela conveniência,

fazem pessoas mais debochados,

destrói apegos tradicionais,

dificuldades surgem

busca da sua própria direção, 

bebidas intoxicantes

efeito é permanente

Busca de soluções mais eficazes

encoraja a rendição

resultados frustrantes, externamente

efeitos de longa duração

libertinagem

sacrifício do conforto pessoal

sacrificio pelos outros

Vulgaridade.

Legal né? É eita após eita!

Mercúrio ☿ se exalta em Virgem ♍︎ e por causa disso, aquele interesse de mudar, planejar e botar esforço nos planos dos nossos sonhos, será aquele trabalho que terá efetividade. 

Porém o interesse deve ser tão puro e independente de qualquer problema para se manifestar. 

Requer uma prática diária de ações executadas para o fim desejado.

É um esforço maior que a nossa préprogamação do subconsciente. 

Vai ter que destruir barreiras mentais.

Não tem outro jeito.

Venus  parece que está numa corrida porque dentro de uns 20 dias ela foge de Câncer ♋︎ para Leão ♌︎ e por isso o efeito benéfico dela não é muito duradouro. 

As coisas podem parecer acontecer mais fácil, mas não dura. Sabendo disso, não se desespere quando a coisa empaca. Paciência é a chave!

Marte  Retrógrado ℞ é algo preocupador por ele está na própria Casa de Áries ♈︎! 

Preocupador porque Marte  na essência é burrinho e segue as ordens do Rei, mas nesse caso ele é o “rei” de Áries ♈︎, daí ele faz o que quer. Marte  é um Planeta violento e não pensa antes de agir. 

Não pensar nas consequências foi o que levou o país até onde está.

Pensar só individualmente é bom até um certo ponto. 

Mas existem momentos onde teremos que pensar mais para o bem coletivo como se fosse individual. 

Porque se você pensa que o Brasil não pode afundar mais…….pensa guerra civil…… sobre o caos da sociedade sem ter algum líder que tenha o país em mente e não só o próprio ganho.

Na minha opinião, vendo o que está acontecendo, ninguém respeita ninguém, e por isso a pandemia prossegue junto com o caos político e econômico. 

Capricórnio ♑︎ pode chegar a não ter escrúpulos e com Saturno ♄ mudando para seu movimento direto, podem existir leis que são completamente injustas e o povo vai aceitar e fazer nada, de novo.

Capricórnio rege:

Destruição de valores

Controlador

Classe baixa

Agressão

Ataques

Mudanças

Desilusão

Dores

Não existe sentimentos 

Não gosta de conselhos

Sofrimento

Trabalho duro

Não é flexível

Teimoso

Auto tortura mental!

Já Júpiter ♃ fica debilitado em Capricórnio ♑︎ e ele voltará pra lá só no final de Novembro.

Por isso, qualquer projeto que você esteja no meio, muito vai se finalizar até Novembro enquanto Jupiter ♃ entra no seu movimento direto em Sagitário ♐︎. 

Até Novembro eu prevejo muita coisa boa acontecendo lá fora, mas não irá tomar muita notícia porque coisa ruim chama mais atenção e o povo gosta de sofrência……

A vitória através desse período não é coletiva……é pessoal.

Se cada um tomar conta do teu barquinho e manter o foco pra onde quer chegar…….. a vitória já está escrita.

Para os que nem barquinho tem……..não foi por falta de aviso.

Quando é que tu vai honrar a tua responsabilidade pela tua vida?

Nunca é tarde pra mudar. 

Eu constantemente preciso de motivação, mas não procuro lá fora porque tudo lá fora é temporário. A motivação efetiva sempre esteve dentro de mim. 

Eu precisei dar mais valor pra mim, re-aprender quem sou, re-programmar meus hábitos, para que pudesse enfrentar esse período de cara sem medo do desconhecido e sem medo de ser feliz.

Consegui?

YES!!!!

Estarei me mudando para a casa dos meus sonhos em Novembro.

E tenho muitos outros exemplos de alunos que estão conquistando seus sonhos durante esse período. 

Todos nós conseguimos conquistar o que queríamos porque nós vimos que voltar a atenção para nossas próprias vidas é muito mais divertido, gostoso, prazeroso e efetivo do que reclamar sobre o marido, sobre a esposa, sobre os filhos, emprego, negócios, pessoas, situação, eventos, traumas, etc.

Eles viram que dar atenção para os problemas mesmo que estejam ocorrendo agora, não vale mais a pena. 

Muitos viram que muitos dos problemas simplesmente evaporaram no ar só porque eles começaram a dar mais atenção nos seus talentos positivos e PARARAM de dar atenção à aqueles problemas.

É mágica Professora?

Deve de ser, uai! As coisas aconteceram pra mim de um jeito que nem sei explicar coerentemente. 

Oportunidades apareceram como mágica mesmo!

O mais importante dos trânsitos é a mudança dos Nodos.

Mas isso vai num próximo post porque o trânsito de Rahu ☊ e Ketu ☋ são os que nos darão mais chaves para o nosso sucesso, mas muita agitação coletiva lá fora e essa agitação me preocupa e por isso preciso estudar um pouco mais.

Logo estarei postando sobre eles.

Mas eu gostaria de dar uma chacoalhada.

Quando nós vivemos dentro de um processo subconsciente, precisamos desaprender tal processo e aprender um novo processo, se quisermos evoluir e sofrer menos.

Cada vez que você reclama, cada vez que você sofre, você está reafirmando aquela realidade, toda vez!

Querer mudar de vida enquanto sua atenção fica constantemente na sua realidade atual, é impossível.

Mas Professora, como posso mudar minha vida? Não faço idéia de como fazer!

Ahhh, não se preocupe Baltazar! 

Nóis capota mas não pisa no freio!!

Existe uma fórmula que eu comecei a perceber na Arte da Manifestação. 

É por isso que estou fazendo o Doutorado em Vaastu.

E até agora so veio me confirmando que eu já havia aprendido com meus outros Professores.

Só que essa fórmula não é coisa que pode ser explicada num post. Nem em vários.

É uma prática tão profunda, exige ensinamento e muita prática.

Isso será um privilégio de ensinar no Curso da Turma Regular de Jyotish que estaremos abrindo no ano que vem. 

Mas o que isso tem a ver com Astrologia, Professora?

É pelo Jyotish que vou ensinar como mostrar na Arte da Manifestação. 

É estudando o teu Mapa Natal que você vai aprender a reconhecer a tua frequência e desta forma atrair as frequências do que quer manifestar. 

É um processo extremamente natural. Mas pra mudar para a sua versão mais bela exige prática. E prática de fazer coisas diferentes é muito difícil de mudar. 

E no período de mudanças, caos, etc, é necessário ter um compasso. Esse compasso é o teu Mapa Natal. 

Não existe consulta que te ensine a se reconhecer tão profundamente onde a manifestação é garantida.

Por isso, não tem como tirar o melhor proveito deste curso se não tiver Vedanta na veia. 

Porque o processo de desconstrução é muitíssimo dolorido.

E sem Vedanta, não dá pra superar os obstáculos.

Essa é a minha experiência. 

Esta turma que abriremos no ano que vem não é um curso de Astrologia Védica padrão. 

Isso se acha em qualquer lugar. 

O que vamos aprender nessa turma é Jyotish prático, executado, experienciado na veia!!!!

Se você não sair uma outra pessoa desta turma, meu nome não é 𝒮hakti.

Mas precisa ter Vedanta na veia.

O teu Ego vai ter que estar quebrado quando essa turma abrir. 

Por que é como numa turma regular de Vedanta, se você não estilhaçar o Ego, não vai ter efeito nenhum. 

O Vedanta estilhaça o Ego e o Jyotish ajuda a reconstruir uma versão melhor do Ego.

E também, eu não quero só ensinar tudo isso que mencionei, mas quero ver vocês fazerem tudo isso com classe, elegância, requinte e mostrar para os outros ao teu redor como é feito!

Existe uma nobreza muito visceral que se desenvolve com esse conhecimento. 

Não existe mais buscas. 

Existe só viver!

Viver na melhor versão do Ego e curtir tudo que o Universo traz pra curtir. 

Problemas não são mais problemas.

São OPORTUNIDADES!

Você vai confiar muito mais na tua Intuição. 

Você vai deixar de reagir instintivamente. 

Você nunca mais vai deixar as condições lá fora arbitrar como você deve sentir por dentro!

É uma honra te ensinar isso.

É um privilégio te ensinar tudo isso.

Faço-o exaltada!

Eu levo a sério o meu trabalho e faço questão de exigir o mesmo.

Voltarei em breve com notícias de Rahu ☊ e Ketu ☋!

 

Shakti Karahe, PhD.

 WhatsApp: +1(971)251.4456

@ Email: shakti@vedanta.life

📅 Consulta:  www.astroshakti.as.me

🖥 Blog: www.astroshakti.com

 Facebook:  https://www.facebook.com/ShaktiAstroShakti 


Eu e a Astrologia....cont.

Sabe pessoal, como vocês estão vendo, eu amo aprender. 

Não tem como ficar sem aprender quando se tem um Júpiter forte na primeira. 

E eu sinceramente não tenho interesse de pedir para outros me chamarem de doutora, porque não me sinto bem. 

Nunca me senti bem me colocando acima de qualquer um. 

Na verdade mais pura, quanto mais eu aprendo, mais eu sinto que nada sei. 

Se vocês perguntarem para as minhas amigas do Salete (colégio) e da São Camilo (faculdade), eu nunca fui de estudar. 

Sempre tirei nota baixa. Não sei nem como passei o colegial. 

Nem terminei a primeira faculdade porque meu interesse era só em algumas matérias. Eu pegava tantas DP que a professora de fisiologia até virou amiga de tanto que me viu! 

Sempre me achei burra. Sempre me achei inconveniente. Sempre me achei que não pertencia a esse mundo. Kkkkkkkkk eu mesma sou o ET que tanto espero chegar! Kkkkkkk

Esse foi meu Dasha (período planetário) de Marte. 

Daí entrou o período de Rahu. 

Antes mesmo de terminar, o que eu já suspeitava que seria uma faculdade de 10 anos porque nunca ia terminar em 4, casei. 

Eu estava no final do meu Sade Sati. 

Foi um casamento arranjado. Minha família estava tão feliz de ter encontrado um “marido” perfeito pra mim. 

Esse período de Rahu foi um dos melhores para fazer aquela vida de casada, morando nos Estados Unidos. 

O Dasha de Rahu me preparou para o meu período de Jupiter. 

Quando eu entrei no período de Rahu, foi quando eu ganhei o concurso de Miss India-Brazil. 

No período de Rahu, eu me formei em Administração, tive minha filha, e trabalhei no Bank of America. 

Mas o casamento começou a entrar em ruínas. 

No final do meu período de Rahu, meu paizinho faleceu. 

Quando eu entrei no período de Jupiter, me separei do meu ex e me mudei de Washington DC para Hollywood, California. 

Eu vim morar com o Das Goravani que é o criador do programa de Astrologia que eu uso. 

No dia em que meu Dasha mudou para Jupiter, nós dois nos mudamos para Oregon. 

Eu o conheci através do meu pai em 1993. Mas foi só depois que papai se foi que eu comecei a conversar com ele quase diariamente. 

Desde então, ele tomou o lugar do meu pai e do marido. 

Neste Dasha de Jupiter, eu entrei numa jornada de auto conhecimento tão louco, que de 2010 até 2017, perece que entrei num buraco negro onde eu morri tantas vezes que hoje não sou mais a Shakti que muitos conhecem. 

Nestes últimos 10 anos de Júpiter Dasha me formei em Medicina Integrada e conquistei o meu Doutorado em Medicina Natural. Amei cada aula. 

Escrevi o primeiro livro técnico de Jyotish de 700 páginas em Português.

Minha tese de doutorado foi em Astrologia Médica e logo vou torná-lo em livro traduzido para o Português. 

Gente, eu não sou estudiosa como muitos pensam. 

Muito menos esforçada! 

O Júpiter na 1 com uma Lua em Touro na 4, eu sou MUITO preguiçosa! 

A minha preguiça não é sobre oque me interessa. 

Se algo me interessa não tem preguiça que me pare. 

A minha preguiça é sobre o que não presta. O que não me ajuda a evoluir. 

Não gosto de conselhos alheios porque não funcionam. 

Eu só procuro informações que são efetivas. 

Como? 

Eu vejo resultados. 

Não “ouço” palavras. 

Se o que a pessoa está ensinando vem da experiência própria, já conquistou minha atenção. 

Eu estou na segunda metade do meu Dasha de Júpiter e comecei o meu segundo Mestrado e Doutorado. 

Tudo tudo tudo que eu me permito aprender é para mim mesma! 

Nunca tive interesse de aprender para ensinar. 

Sabe por que? 

Porque desde o início dessa minha jornada, eu vi que palavras vão embora e ficam guardadas no esquecimento. 

Mas quando se prática a palavra, a palavra vira um ato. Esse ato, quando repetido várias vezes, se torna um modo de ser. O modo de ser, em torno, se transforma na tua personalidade. 

E quando você é o que pensa, você atrai mais o que quer. 

Eu sempre digo o que muitos já dizem. 

Tudo é energia. 

Tudo tem sua frequência. 

Abundância é uma frequência. 

Saúde é uma frequência. 

Dinheiro é uma frequência. 

Espiritualidade é uma frequência. 

A chave do teu carro tem uma frequência. 

O teu filho tem uma frequência. 

O poste lá da esquina tem uma frequência. 

Estas palavras que você está lendo agora tem uma frequência. 

Como se manifesta o que se quer? 

Sintonizando a tua frequência com a frequência daquilo que quer. 

Mas não na atitude de que está faltando e por isso você quer manifestar. 

A manifestação de um objeto, situação, evento ou pessoa está na frequência da tua atitude. 

Eu já passei meses sem saber como vou pagar as contas. 

Já fiquei 5 meses sem pagar contas porque não tinha da onde tirar o dinheiro. 

Essa era minha atitude. E por isso cada mês se manifestava com a frequência de falta de dinheiro. 

Mas só depois de assistir o filme “O Segredo” gazilhões de vezes, eu comecei a entender a fórmula. 

Mas só intelectualmente. Tudo era só filosofia, como sempre. 

Daí vem a desculpa que esse filme é pra idiotas, não funciona. 

Daí vem o medo “Eu nasci pra sofrer mesmo. Vou morrer na rua sem nada.”

Mesmo já no meio de uma depressão profunda que foi diagnosticada depois, eu fiquei tentando e ignorando meus medos. 

Não é fácil! 

É simples, mas não é fácil. 

Eu tive que ir contra uma programação que foi estampada no meu subconsciente por 40 anos! 

Por mim mesma porque nada pode acontecer dentro de mim sem a minha permissão. 

As minhas crises de depressão eram tão fortes que a morte virou um lugar familiar e confortante. 

Coitadinho do Das! Ele já estava passando pelos perrengues mentais dele.  

Ele é autista e sofria de borderline esquizofrenia. 

Essa fase foi muito difícil pra nós dois e os dois tínhamos um desejo de morrer inerente. 

Daí vem a minha filha que entra no mundo das drogas. 

Deu perda total no meu carro. Estava completamente fora de si por meses e meses. 

Eu juro que quando eu me lembro de tudo isso eu me pergunto como estou aqui! 

Tive que enfrentar tudo sozinha. 

Não foi nada nada nada fácil esses últimos 10 anos pra mim. 

Eu até cheguei a acreditar que simplesmente não fui “fiada” pra ter uma vida feliz. 

Eu intelectualmente sabia que sou eu que causo os meus problemas. 

Como foi que eu causei o autismo e o “machismo” do Das? 

Como foi que eu criei a minha filha nas drogas? 

Daí eu me lembrei do que meu pai me dizia: “Cada um tem seu Karma.”

Foi aí que as coisas começaram a mudar. Eu me isolei tão profundamente. 

Parei de falar com a minha família e amigos. 

Bloqueei tudo que me distraia. 

TUDO!

Comecei a praticar tudo que aprendi. 

Comecei a praticar em ser os pensamentos:

A depressão não sou eu. É uma consequência dos meus pensamentos. 

Eu posso pensar o que eu quiser porque estou completamente sozinha sem precisar ser nada pra ninguém. 

O Das e a Neha sofreram comigo. Os 2 precisaram a aprender a cozinha e limpar a casa, etc porque eu não existia mais em casa. 

Eu vivia num mundo separado. E ainda vivo. 

Eu vivo num mundo onde não há falta. 

Eu sou abundância. 

Eu sou contas pagas. 

Eu sou viagens pro Brasil. 

Eu sou a mãe de uma mulher maravilhosa que se orgulha de mim! (Ela sempre me colocou no pedestal, mas eu sempre achei que não merecia). 

Eu sou a parceira de um Gênio! (Ele sempre me amou, mas eu que achava que não merecia). 

Eu sou a filha que minha mãe sempre teve orgulho! (Ela sempre teve, mas eu achava que não merecia). 

Eu sou a versão que eu sempre quis ser. 

Eu sou feliz mesmo sem saber o que é ser feliz. 

Eu sou plena. 

Existe um ditado em inglês: “Fake it till you make it”. 

“Finja até ser.”

Por mais que os outros achavam que eu estava completamente louca, desiludida, que eu finalmente fiquei louca de se internar, eu mantive o foco. 

Os áudios dos meus professores fica no replay já faz 8 anos. 

Fui exageradamente louca alucinada. 

Mas não durava. 

O bem estar não durava. 

Eu ficava puta da vida quando eu me pegava reagindo através da velha programação. 

Irada! 

Qualquer um que vinha falar comigo levava parada. 

Queria socar algum neguim só porque! 

Eu perdi a conta anos atrás de quantas vezes eu já caí nessa caminhada. 

Mas foi só caindo que eu aprendi o que funciona e o que não. 

De tanto eu “fingir” ser a minha melhor versão*, eu comecei a agir soberba minha melhor versão sem querer. Tipo sem notar. 

* para achar a minha melhor versão, eu usei um diário onde eu escrevia a “história” do dia como se tudo que eu quis fazer que estava na minha agenda, eu fiz. 

Para chegar ao ponto onde a minha agenda estava repleta de coisas maravilhosas para fazer, levou alguns meses. 

É um processo. 

Eu sou preguiçosa. Não tenho vergonha em dizer isso porque não me sinto mal quando vejo essa parte da minha personalidade. 

A minha preguiça é inteligente! Kkkkkkkkkkkk

O tempo que eu utilizo pra fazer nada, eu estou pensando como melhorar o que já está bom. 

E porque não? 

Não tenho como eu fugir dessa natureza Aquariana, Sagitariana, Jupiteriana e Taurina. 

Mas eu tenho a prerrogativa de escolher* como usar essas energias.  

O cérebro é como um rádio. 

Não dá pra mudar a música se você não mudar a frequência DE PROPÓSITO, COMO ESCOLHA, NA PRESENÇA. 

Você precisa trazer a tua atenção aqui pro presente para levantar a sua mão, concentrar o seu dedo digital para apertar o botão do teu rádio pra mudar a frequência para aquela estação que está tocando algo que você gosta. 

E isso só ocorre de momento à momento. 

O Auto conhecimento é uma jornada de momento a momento. 

* Escolher = fazer algo diferente do que se fazia antes através da presença, atenção aqui agora. 

Eu estou num ponto onde eu só preciso praticar um hábito novo por 4 vezes. 

Na quinta vez, já ficou bem mais fácil pensar do jeito novo. 

Eu ainda caio nas armadilhas da Maya. 

Eu preciso ainda ficar lembrando que mudar o “lá fora” (a Neha, ou Das, ou o meu ex, ou a minha mãe, ou a situação, ou a pandemia, ou a depressão {não é recessão} na que estamos ainda no começo, etc) é como tentar mudar o roteiro do filme que você está assistindo, através da TV. 

O cérebro é só um receptor que traduz frequências. 

Mas só podemos entender que elas existem através dos nossos 5 sentidos. 

Outro exemplo: Os nossos 5 sentidos são a “tela do teu celular. 

O teu dedo é o que dá o estímulo. O gatilho. Assim que você apertou um aplicativo (apertou o gatilho), o aplicativo simplesmente começa a fazer o que foi programado para fazer, ex: abrir WhatsApp, etc.. NUMA REAÇÃO EM CADEIA! 

Você, o teu dedo, não vai conseguir fazer o aplicativo de e-mail te agir como o Waze. 

Você precisa primeiro fazer o download do Waze para poder obter a informação que você quer.  Este caso, gps. 

Mas antes, você foi procurar, pesquisar, qual o melhor aplicativo para de dar coordenadas geográficas mais precisamente possível. 

Assim mesmo, eu faço comigo mesma. 

Eu amo analogias! Kkkkkkkkkk

FUNCIONA!!!!! 

ESSA ANALOGIA FUNCIONA PARA QUALQUER IDADE, RAÇA, STATUS SOCIAL, RELIGIÃO, ou qualquer outra desculpa para não sair do gostosinho! 

Se eu me considero a MAHA PREGUIÇOSA, e estou no meu segundo doutorado, e não há limites para mim, consigo fazer, então qualquer um também pode viver a sua melhor versão e trazer tudo que é necessário para te descascar de tudo que não presta mais. 

A tua dor não é em vão. 

O sofrimento, sim. 

Nossa! Falei demais! 

Nem me lembro mais qual foi o propósito deste minúsculo texto, mas......taí. 

Enjoy!

Preciso me preparar para a próxima consulta. 

Namaste 🙏🙏🙏

Shakti Karahe, PhD

WhatsApp: +1(971)251.4456

@ Email: shakti@vedanta.life

📅 Consulta: www.vedantalife.as.me

🖥 Blog: www.astroshakti.com

Facebook: www.facebook.com/ShaktiAstroShakti


Determinismo X Livre Arbítrio



Tudo que digo aqui nesse texto é uma composição de tudo o que eu digo nas consultas e aulas. 

É uma leitura que abre os olhos e muda a perspectiva. 

Porém, eu sei que só alguns entenderão o que estou dizendo aqui. 

Mas para mim, se eu acordei só uma pessoa, já valeu a pena todo esse meu esforço aqui. Bora lá!

Durante séculos, filósofos e teólogos sustentaram quase por unanimidade que a civilização como a conhecemos depende de uma crença generalizada do livre arbítrio. 

E perder essa crença pode ser catastrófico.  

Nossos códigos de ética, por exemplo, assumem que podemos escolher livremente entre o certo e o errado.  

Na tradição cristã, isso é conhecido como "liberdade moral”.

Lembro-me que numas das minhas leituras, Immanuel Kant reafirmou esse vínculo entre liberdade e bondade.  Se não somos livres para escolher, argumentou ele, não faria sentido dizer que devemos escolher o caminho da justiça.

Hoje, a suposição de livre-arbítrio percorre todos os aspectos da política brasileira e americana, desde a prestação de assistência social até o direito penal.  

Como nós pensamos e agimos estão enraizados em um otimismo básico sobre a vida e uma fé no livre arbítrio.

O problema é quando se usa a liberdade do livre arbítrio, nós esperamos certos resultados. 

Quando esses resultados não se manifestam, ou manifestam em desacordo com a nossa vontade, nós simplesmente, jogamos tudo pro alto e nos rendemos como se tivéssemos falhado. 

Então, o que acontece se essa fé se desgastar?

As ciências têm se tornado cada vez mais ousadas ao afirmar que todo comportamento humano pode ser explicado pelas leis mecânicas de causa e efeito.  

Pense comigo aqui: Se evoluímos, faculdades mentais como a inteligência devem ser hereditárias.  

Mas se usamos essas faculdades (que algumas pessoas têm em maior grau que outras), para tomar decisões.  

Então podemos concluir que a nossa capacidade de escolher nosso destino não é livre, mas depende de nossa herança biológica.

Mas, Professora! E aquele lance da Natureza X Criação? 

Nossas ações são o efeito desdobrável da nossa genética?  

Ou o resultado do que nos foi impresso pelo meio ambiente?  

Nas últimas décadas, a neurociência ajudou a resolver o debate sobre a natureza e isso resultou em mais um golpe na idéia do livre arbítrio.  

Usando aparelhos que escaneam atividades cerebrais, os estudos nos permitiram espiar dentro do crânio de uma pessoa viva, revelando redes intricadas de neurônios e permitindo aos cientistas chegarem a um amplo acordo de que essas redes são moldadas pelos genes e ambiente.  

Conclusão: o disparo de neurônios determina não apenas alguns ou a maioria, mas TODOS os nossos pensamentos, esperanças, memórias e sonhos.

Sabemos que mudanças na química do cérebro podem alterar o comportamento. 

Caso contrário, nem o álcool nem os antipsicóticos teriam os efeitos desejados.  

O mesmo vale para a estrutura cerebral: casos de adultos comuns se tornando assassinos ou pedófilos após o desenvolvimento de um tumor cerebral demonstram quão dependentes somos das propriedades físicas da nossa massa cinzenta.

Estudos científicos demonstraram na década de 80 que NÃO temos livre-arbítrio.  

Já se sabia que a atividade elétrica se acumula no cérebro de uma pessoa antes que ela, por exemplo, levante a mão, e estudos confirmaram que esse acúmulo ocorre antes que a pessoa conscientemente tome uma decisão de se mudar.  

A EXPERIÊNCIA CONSCIENTE DE DECIDIR AGIR, QUE GERALMENTE ASSOCIAMOS AO LIVRE ARBÍTRIO, É UM COMPLEMENTO, UMA RECONSTRUÇÃO DE EVENTOS QUE OCORREM DEPOIS QUE O CÉREBRO JÁ ACIONOU O ATO.

Leia a última frase novamente!

Esse debate sobre a nossa natureza nos preparou para pensarmos em nós mesmos como moldados por influências além do nosso controle.  

Mas deixou um espaço, pelo menos na imaginação popular, para a possibilidade de que pudéssemos superar nossas circunstâncias ou nossos genes para nos tornarmos autores do nosso próprio destino.  

O desafio colocado pela neurociência é mais radical: descreve o cérebro como um sistema físico como qualquer outro, e que segue um programa igual ao programa que faz bater o teu coração, contrair e relaxar seu pulmão, filtrar a água no seu rim, etc. 

A imagem científica contemporânea do comportamento humano é: alguns neurônios disparam, fazendo com que outros neurônios disparem, causando nossos pensamentos e ações, em uma cadeia ininterrupta que vai se remontando desde o nosso nascimento.  

E o que tudo isso quer dizer, Professora?

Isso quer dizer que somos completamente previsíveis.  

Coitadinho daqueles que se acham originais…….

Por quê, Professora?

Porque de original, nessa dimensão 3D em que todos nós aqui vivemos, não tem nada!

Tudo é juros acumulado. 

Quando entendemos bem a arquitetura e a química cerebral de qualquer indivíduo, poderíamos, em teoria, prever a resposta dessa pessoa a qualquer estímulo com 100% de precisão.

Mas pra que fazer tudo isso quando a Astrologia já mostra isso? 

Eu já te digo na cara quem você é só de olhar no teu mapa, uai!!!

O que há de novo, porém, é a disseminação do ceticismo do livre-arbítrio para além dos laboratórios e para o mainstream.  

O número de processos judiciais, por exemplo, que usam evidências da neurociência mais que dobrou na última década!

E sabe o que esses acusados dizem? 

“Eu nasci assim! Eu sou quebrado mesmo! Meu cérebro que me fez fazer isso!”

Meu Deus!!! As pessoas estão se escondendo atrás do determinismo! Se escondem atrás de desculpas! Sempre desculpas!!!!

Estaciona no lugar de deficiente e quando é pego dá a famosa desculpa que era “rapidinho”, que “não viu a placa”…… Covardes! 

E assim vai em várias outras coisas. 

Todo mundo sabe intelectualmente que um país é tão corrupto quanto o cara mais honesto. 

E se a mente corrompida já está presente desde o senhorzinho da feira, então não há presidente que resolva os problemas da população. 

Piranhas só elegem piranhas. 

Vampiros só elegem vampiros. 

E se os caras que estão lá governando são os mesmos HÁ DÉCADAS!!!!! Então, quem está querendo mudança é realmente muito burro!!! 

Vai ficar querendo. 

Se nem a tua mente você consegue dominar, e tu quer mudar a mente dos outros!!!!!! 

Gente!!! A INTELECTUALIDADE NÃO VALE NADA SE NÃO É MANIFESTADA NAS NOSSAS AÇÕES!!! NÃO SÓ NAS PALAVRAS!!!!

Se a responsabilidade moral depende da fé na nossa própria inteligência, então, à medida que a crença no determinismo se espalha, nos tornaremos moralmente irresponsáveis?  

E se vemos cada vez mais a crença no livre arbítrio como uma ilusão, o que acontecerá com todas as instituições que se baseiam nela?

Em 2002, dois psicólogos tiveram uma idéia simples, mas brilhante: em vez de especular sobre o que poderia acontecer se as pessoas perdessem a crença em sua capacidade de escolher, vamos fazer o experimento.  

Então, eles pediram a um grupo de participantes para ler uma passagem argumentando que o livre arbítrio era uma ilusão, e outro grupo para ler uma passagem que era neutra sobre o assunto. Depois, sujeitaram os membros de cada grupo a uma variedade de tentações e observaram seu comportamento.  

Será que a diferenças nas crenças filosóficas abstratas influenciam as decisões das pessoas?

Obviamente que sim, de fato.  

Daí, quando lhes foi solicitado a fazer um teste de matemática, bem fácil, o grupo que argumentou que o livre-arbítrio é uma ilusão se mostrou mais propenso a dar uma espiada nas respostas.  

Quando lhes foi dada a oportunidade de “roubar”, para receber mais dinheiro do que lhes era devido, aqueles cuja crença no livre arbítrio havia sido prejudicada, roubaram mais.  

Estes psicólogos descobriram que as pessoas que são induzidas a acreditar menos no livre-arbítrio têm maior probabilidade de se comportar imoralmente.

Parece que quando as pessoas deixam de acreditar que são agentes livres, deixam de se considerar culpadas por suas ações.  

Consequentemente, eles agem com menos responsabilidade e cedem aos seus instintos mais básicos. 

Em um outro estudo, eles mediram até que ponto um grupo de diaristas acreditava no livre arbítrio e examinaram seu desempenho no trabalho observando as classificações de seus supervisores.  

Aqueles que acreditavam mais fortemente que estavam no controle de suas próprias ações apareciam pontualmente para o trabalho com mais freqüência e eram classificados pelos supervisores como mais capazes.  

De fato, a crença no livre arbítrio acabou por ser um melhor indicador do desempenho no trabalho do que medidas estabelecidas, como a ética no trabalho.

Em outro estudo descobriram que estudantes com uma crença mais fraca no livre arbítrio eram menos propensos a oferecer seu tempo para ajudar um colega de classe do que aqueles cuja crença no livre arbítrio era mais forte.  

Da mesma forma, aqueles que tiveram uma visão determinista lendo declarações como “A ciência demonstrou que o livre arbítrio é uma ilusão” eram menos propensos a dar dinheiro a um sem-teto ou emprestar a alguém um telefone celular.

Um dos últimos estudos que li, eles relacionaram uma crença diminuída no livre-arbítrio ao estresse, infelicidade e um menor comprometimento com os relacionamentos.  

Eles descobriram que quando os sujeitos eram induzidos a acreditar que todas as ações humanas seguem eventos anteriores e, finalmente, podem ser entendidas em termos do movimento de moléculas, esses sujeitos saíram com um menor senso de significado da vida.  

No início deste ano, outros pesquisadores publicaram um estudo mostrando que uma crença mais fraca no livre arbítrio se correlaciona com o fraco desempenho acadêmico.

E a lista continua! 

Acreditar que o livre-arbítrio é uma ilusão demonstrou tornar as pessoas menos criativas, mais propensas a se conformar, menos dispostas a aprender com seus erros e menos gratas umas pelas outras.  

Em todos os aspectos, parece que, quando adotamos o determinismo, entregamos nosso lado sombrio.

Por isso eu não gosto muito de discutir o determinismo sem ser solicitada. 

Porque determinismo É a Lei Universal que prevalece. 

Mas a crença nela como um guia na tua vida precisa ser muito bem colocada para que ela te suporte e não te sabote. 

Eu sempre falo que o livre arbítrio é uma ilusão. 

Mas é uma ilusão tão necessária como o O2 que respiramos. 

Eu estou absolutamente convencida de que o livre arbítrio não existe no sentido tradicional, e a Astrologia me mostra a todo o momento que o determinismo é o que existe de fato, mas é muito ruim se a maioria das pessoas percebessem isso.

Por isso, isso é ensinado nos últimos capítulos do Gita. 

Porque é necessário uma inteligência muito mais madura para entender isso.

Gente, o Determinismo é na verdade mais pura, libertador, mas me dói ver gente que me pareceu inteligente, mas depois age tão imaturamente que dá dó!!!!!

A pessoa escolhe o time de futebol favorito e depois reclama que perde. Se fosse só reclamar tava bom. Mas o Brasil entra em luto quando 11 caras não ganham a copa do mundo! Hahahahahahahhahha!!!!!!

Que vergonha! Eu também já fiz isso! Lembra do 7 X 1?

Mas voltando, deixa eu dar um exemplo: 

Imagine que estou decidindo se devo cumprir meu dever, como saltar de paraquedas num território inimigo. 

Ou algo mais real como arriscar meu trabalho relatando alguma irregularidade.  

Se todos aceitarem que não há livre-arbítrio, eu saberei que as pessoas dirão “O que quer que ela tenha feito, ela não teve escolha - não podemos culpá-la.”

E por consequência eu já sei que não serei condenada por  tomar uma decisão egoísta. 

Infelizmente, isso é tão perigoso para a sociedade e quanto mais as pessoas aceitarem que elas não tem culpa pelo que fazem “sem querer”, pior serão as coisas.

O determinismo não apenas mina a culpa, mas também prejudica os elogios.  

Imagine que eu arrisco minha vida pulando no território inimigo para realizar uma missão ousada.  

Depois, as pessoas dirão que eu não tive escolha, que meus feitos meramente eram de se esperar, e por isso dificilmente elogiáveis.  

E, assim como minar a culpa removeria um obstáculo para agir perversamente, da mesma forma minar os elogios removeria um incentivo para fazer o bem.  

Nossos heróis pareceriam menos inspiradores, nossas realizações menos dignas de reconhecimento, e logo mergulharíamos em decadência e desânimo.

Mas não se desesperem!

Tem um caminho onde tudo anda de mão dada e ninguém se perde quando entende isso. 

A minha visão baseia-se na crença de que o livre arbítrio é realmente uma ilusão, mas que a sociedade deve defender.  

A idéia do determinismo, e os fatos que a sustentam, devem ser mantidos confinados dentro da Torre de Marfim. 

Literalmente, nos últimos capítulos do Gita. 

Somente os iniciados no Vedanta, por trás dessas paredes, deveriam ousar olhar a verdade sombria na cara.  

Vedanta é algo com que nós nos comprometemos seriamente. Por mais difícil que pensamos que é praticar o Vedanta, NÃO É!!!!!!

MAS!!! Precisa ter vontade. Precisa ter sofrido tanto ao ponto de ver o determinismo e entender que sem a ilusão do livre arbítrio VOCÊ NÃO HONRA A TUA EXISTÊNCIA!!!!

Quando as pessoas deixam de acreditar que são agentes livres, deixam de se considerar culpáveis ​​por suas ações. E da mesma forma tira sua responsabilidade nas suas vitórias.

Do que adianta fazer então? 

Mas aqui está o que te quero dar. 

Aquilo que me libertou de tudo, da depressão, ansiedade, alergias, asma, diabetes e me fez prosperar em formas que nunca imaginei que poderiam acontecer. 

Quando aprendemos intelectualmente que nós podemos utilizar essa ferramenta, exatamente como nós utilizamos o oxigênio para respirar, o novo conhecimento, as novas informações sobre o nosso cérebro e como o nosso subconsciente faz o que faz, é claro, ainda uma entrada sensorial como qualquer outra, MAS pode mudar nosso comportamento, mesmo que não sejamos os agentes conscientes dessa mudança. 

Na linguagem do Karma, da causa e efeito, uma crença no livre-arbítrio pode não só nos inspira a ser a melhor de nós mesmos, mas nos estimula a agir como.

Esta visão minha é uma posição minoritária entre os filósofos acadêmicos, muitos dos quais ainda esperam que o Bem e a Verdade possam se reconciliar e andar de mãos dadas.  

Mas representa uma antiga linha de pensamento entre as elites intelectuais.  

Nietzsche chamou o livre arbítrio de "artifício de teólogos" que nos permite "julgar e punir".  Já Smilansky, acreditava que as instituições de Justiça e punição são necessárias para evitar uma queda na barbárie.

Olha só o que está acontecendo lá fora…….”Todo mundo vai morrer um dia”…..”é só uma gripezinha”…. “E daí?….”

Mas Smilansky acreditava que a crença no livre-arbítrio vem naturalmente para nós. Ele disse que promover o determinismo é complacente e perigoso.

Eu concordo.

Na minha opinião, devemos reconhecer que mesmo os piores criminosos, psicopatas assassinos, por exemplo, são, em certo sentido, infelizes.  

Eles não escolheram seus genes.  Eles não escolheram seus pais.  Eles não criaram seus cérebros.

Mas seus cérebros são a fonte de suas intenções e ações. 

Num sentido profundo, seus crimes não são culpa deles.  

Reconhecendo isso, podemos considerar, sem drama emocional, como gerenciar os infratores para reabilitá-los, proteger a sociedade e reduzir futuras ofensas.  

Aceitar isso também nos libertaria do ódio.  

Responsabilizar as pessoas por suas ações pode parecer a solução, mas pagamos um preço alto por isso: culpar as pessoas nos deixa irados e vingativos, e isso obscurece nosso julgamento. 

Simplesmente porque nós colocamos o controle da situação em cima do assassino quando nem ele é literalmente responsável pelo ocorrido. 

Calma!

O psicopata é responsável pelo que faz mas não veio pela vontade dele, mas sim pela reação do piloto automático.

O piloto automático (teu subconsciente) pensa que agindo por vontade própria, mas não se passa de um programa.

“Se - Então” 

 Uma programação bem básica assim!

Se isso ocorrer, então assim que tem que reagir. 

O determinismo não significa que a consciência e o pensamento deliberativo não servem para nada.  Certos tipos de ação exigem que tomemos consciência de uma escolha, pesar argumentos e avaliar evidências.  

É verdade que se fôssemos colocados exatamente na mesma situação novamente, então 100 vezes em 100 tomaríamos a mesma decisão, exatamente como assistir reruns. 

Assistir o mesmo filme de novo, novamente, recorrência, reiteração, repeteco, repetência.

Mas o ato deliberado de examinar os fatos e emoções que sentimos é essencial à nossa natureza e é real.

O grande problema é que as pessoas freqüentemente confundem determinismo com fatalismo.  

Determinismo é a crença de que nossas decisões fazem parte de uma cadeia inquebrável de causa e efeito.  

Karma.

O fatalismo, por outro lado, é a crença de que nossas decisões realmente não importam, porque tudo o que está destinado a acontecer acontecerá, como o casamento de Édipo com sua mãe, apesar de seus esforços para evitar esse destino. Isso é programação!!!!

Isso é o Ego. Ficar a mercê do Ego é impotente, intelectualmente limitado, obstinado; teimoso.

Existem 2 tipos de ignorância:

A ignorância involuntária e a voluntária. 

Nos tempos de hoje, ser ignorante voluntário é padrão. 

Eu usei a ilusão do livre arbítrio pra brincar. Pra fazer o que eu mais amo fazer. E sempre mudo quando dá na telha. 

Toda semana eu planejo o que quero fazer. 

Eu honro o que está escrito na minha agenda.

Mesmo se for 10 minutos de tricô!!!

Agora só um pensamento final:

O livre arbítrio faz parte do determinismo. Ele funciona somente no nível individual.

E o que isso quer dizer?

Meus Yogis e Yoginis, significa que a mudança lá fora está literalmente dentro de você.

Se você não gosta do que está acontecendo lá fora, então vote melhor.

Se você está cansado de brigar com teu marido o tempo todo sobre as mesmas coisas, então ESCOLHA em não aturar mais essa condição e USE a sua inteligência para sair de um espaço que você mesmo ESCOLHEU. 

Se você está confuso sobre o que fazer, então escolha fazer o que te faz sentir bem, sem culpa. 

Se você fez tudo que podia para melhorar a situação, em qualquer área da vida, e mesmo assim a coisa não muda, então lembre-se disso:

Esta dimensão está trancada dentro de certas leis. Uma destas leis é a Lei da Co-criação. 

Então, se você fez a tua parte dignamente, aguarde que o Universo vai fazer a dele. 

Eu e muita gente é testemunha viva de que é assim que acontece as coisas. 

Não existe uma verdade mais verdadeira que isso. 

Nós não temos a permissão de alterar a “Programação” do Karma coletivo. 

Mas como qualquer corpo, a existência começa a partir da primeira célula. 

A existência de qualquer coisa já existe no Akaash. 

É você, quando consciente de que está utilizando a ilusão do livre arbítrio, quem traz a existência de QUALQUER coisa, objeto, pessoa, evento ou situação, para esta dimensão.

Não sei mais como explicar isso melhor. 

Mas sim, existem muitas literaturas desde mil novecentos e bolinhas, que explicam a fórmula de conquistar tudo que quer na vida material e se manter espiritualmente elevado, emocionalmente maduro, formado e desenvolvido, mentalmente afiado, TUDO ao mesmo tempo!!!!!

Eu inclusive estou montando um texto com tudo o que é referência, referências sólidas, onde os métodos, as práticas realmente funcionam. 

Nada é meu e honestamente, tem muito senso comum. Não são informações secretas ou proibidas! Hahahahahaha

Eu estou as organizando de uma maneira linear. Para que o entendimento seja fluido pra você. 

Mas exatamente como o Capítulo 18 do Gita, Krishna revela a verdade do Determinismo para Arjun de uma forma que não tem como Arjun não fazer o que ele foi feito pra fazer. Vencer um Yudh! Uma Guerra. 

O fato disso ser revelado no último capítulo, mostra que para obter um conhecimento superior ao mundano, automático, elevado, precisa passar por uma jornada. 

Existe uma trilha a caminhar. 

Isso é a vida. 

A tua vida.

Quem mais vai fazer o papel do/a (insira seu nome)?

Para que viver uma vida onde você não se sente bem quando se tem a liberdade de completamente alterar isso meu deus!!!

(Uma nota: eu adoro me exaltar. Portanto se na minha escrita eu me exaltar e você não gostar, vaza! Tchau!)

EU QUERO CHACOALHAR ESSA PORRA!!!!!!

EU QUERO ABRIR TEUS OLHOS!!!!

Mas Professora, você mesmo acabou de dizer que não podemos mudar nada lá fora!

Mas minha filha, eu não estou te mudando.

Eu estou me chacoalhando para chacoalhar quem for que leia esse textão que deveria ser livro! Hahahahahahaahahaha

E eu sei que o resultado não é meu. Não tenho como alterar o resultado. Mas posso alterar a fórmula.

Por isso quando digo que quero abrir teus olhos, quero dizer, eu já te vejo abrindo os olhos. 

De 100 mil, se eu conseguir acordar 1, com as minhas palavras e ações, eu não vou deixar estas oportunidades passarem. 

Não espero mudar o mundo. Mas eu melhor, consistentemente, todo dia, vencendo batalha após batalha, e depois começar a ver os frutos do meu esforço……….aaaahhhhh, vale muito a pena. 

É contagiante!

Não posso mudar os outros.

Mas eu posso ensinar a alterar a formula.  

Eu alterei a minha fórmula. 

Resultado?

Eu só sei que minha vida está melhor em tudo que é área. 

Nada está 100%. Mas está bão de mais. E se fosse melhor 100%, não teria graça. 

Sempre tem espaço pra melhorar.

Sempre tem lugar pra evoluir.

A cada momento.

Esse foi um.

Esse agora, foi outro.

Ih! Mais um agora!

E o outro!

Entendeu?

Namaste,

Shakti Karahe, PhD
✆ WhatsApp: +1(971)251.4456
@ Email: shakti@vedanta.life
📅 Consulta: www.vedantalife.as.me
🖥 Blog: www.astroshakti.com
ⓕ Facebook: www.facebook.com/ShaktiAstroShakti

 O blog aqui tá um bagunça porque estou refazendo o site todo.